Semana Europeia da Mobilidade tem cinco pilares para “Melhores Ligações”

Semana Europeia da Mobilidade tem cinco pilares para “Melhores Ligações”
Nuno Lacasta
Presidente da Agência Portuguesa do Ambiente

Pessoas, lugares, transportes públicos, pacotes, e política e planeamento. Estes são os cinco pilares da Semana Europeia da Mobilidade (SEM), que decorre entre 16 e 22 de setembro, e conta com iniciativas de, até à data, 74 municípios portugueses. Nuno Lacasta, presidente da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), entidade promotora e coordenadora nacional da campanha, explica-os ao 2050.Briefing à luz do tema desta edição: “Melhores Ligações”.

Com estreia em 2002 como SEM, esta campanha é, segundo Nuno Lacasta, uma “ótima oportunidade para propor alternativas sustentáveis aos europeus, explicar os desafios com que se confrontam as cidades e vilas para induzir uma mudança de atitudes, e dar um passo em frente na implementação de uma política de transportes mais sustentável na Europa”.

A edição deste ano é subordinada ao tema “Melhores Ligações” e tem o slogan "Combina e Move-te". Segundo o presidente da APA, o tema procura realçar e fomentar sinergias entre pessoas e lugares que ofereçam o seu conhecimento, a sua criatividade e a sua dedicação, de forma a aumentarem a consciência sobre a mobilidade sustentável e promoverem mudanças comportamentais a favor da mobilidade ativa, bem como alcançarem e estabelecerem ligações entre grupos já existentes e consolidados e novos públicos.

Os cinco pilares de "Melhores Ligações" são: pessoas – têm sido o centro desta campanha há mais de 20 anos e continuam a ser a sua força impulsionadora; lugares – espaços urbanos, áreas verdes (a sua criação nas cidades europeias é uma necessidade) e outros locais têm de ser aprazíveis e funcionais, para que as pessoas desfrutem deles e criem ligações; transportes públicos – um parceiro ao longo da vida para estabelecer ligações, viajar em segurança e proteger o ambiente, além de constituir uma opção de mobilidade ativa e partilhada (criar uma ligação entre os meios de transporte tradicionais e as novas soluções digitais continua a ser um aspeto-chave para o futuro); pacotes – podendo referir-se tanto a encomendas físicas e aos crescentes desafios logísticos que a sua distribuição de forma ecológica implica, como aos pacotes de informação digital, essencial para facilitar as operações de mobilidade urbana, exigindo "Melhores Ligações" entre fornecedores e utilizadores de dados; e, por fim, políticas e planeamento – imprescindíveis a todas as vilas e cidades, para enfrentarem os desafios comuns de mobilidade urbana, de uma forma abrangente e resiliente.

A SEM conta com a participação de vários municípios portugueses, que podem, até ao seu começo, esta sexta-feira, atualizar os programas. Até essa data, o registo online também continua aberto, pelo que são esperadas mais adesões.

Foto: Pedro Nunes

Partilhe

Talk

O poder das pessoas como agentes de mudança

Edição

O poder das pessoas como agentes de mudança

Receba em exclusivo o 2050

Newsletters, Talks, Edições, Podcasts sobre Sustentabilidade, Eficiência, Inovação, Mobilidade e Pessoas.