Startups: a GoWizi quer criar impacto positivo na logística

Startups: a GoWizi quer criar impacto positivo na logística
GoWizi
Software de planeamento

A GoWizi sempre teve o seu foco na sustentabilidade. Quem o assegura é o cofundador e CEO, Rui Mirra Santos, que realça, porém, que, para isso, é preciso ter em mente as três componentes chave que a compõem: ambiental, financeira e social.

Os empreendedores que estão na origem desta startup perceberam, ao longo tempo, que o termo sustentabilidade é, muitas vezes, usado de uma forma “muito popular e redutora”, sendo vista com frequência apenas na linha ecológica. Contudo, a GoWizi acredita que ser sustentável vai muito além disso.

Tal como conta o CEO, começou como empresa de distribuição com a preocupação de desenvolver “processos eficientes” e integrar elementos como a otimização de rotas e veículos movidos a energia renovável.

No entanto, mais recentemente, optaram por alterar o seu modelo de negócio para SaaS (software como serviço), disponibilizando a sua tecnologia a todos os negócios de logística do mundo e, através disso, conseguem ter um crescimento de impacto exponencial na sustentabilidade do planeta.

Ao nível prático, Rui Mirra Santos acrescenta que os recursos dos seus clientes estão três vezes mais produtivos, aumentando, assim, a sustentabilidade financeira e social, e verificando-se uma redução de 50% na pegada carbónica. Para dar seguimento ao trabalho desenvolvido até agora, a GoWizi tem na mira um objetivo: continuar a criar um crescente impacto positivo no setor da logística.

Partilhe

Talk

A sustentabilidade como motor de inovação e empreendedorismo

Edição

A sustentabilidade como motor de inovação e empreendedorismo

Receba em exclusivo o 2050

Newsletters, Talks, Edições, Podcasts sobre Sustentabilidade, Eficiência, Inovação, Mobilidade e Pessoas.