Julho livre de plásticos: aceita o desafio?

Julho livre de plásticos: aceita o desafio?
Desafio
Fundação Plastic Free July

E que tal juntar-se às mais de 446 milhões de pessoas, de 190 países, que só em julho de 2020 e de 2021 aceitaram o desafio de dizer não ao plástico? É na iniciativa da Plastic Free Foundation Plastic Free July (Julho sem plásticos), que incentiva as pessoas a atuarem de forma efetiva no sentido de diminuir o consumo de plásticos recusando-se a consumir plásticos de utilização única.

O movimento, que se popularizou ao redor do mundo em formato de apelo a todas as nações, quer mudar o nosso comportamento aos poucos, através da escolha individual e de empresas de recusar um produto por vez.

É que os dados sobre os impactos do plástico são cada vez mais alarmantes: até hoje já foram produzidas 8,3 mil milhões de toneladas de plástico, metade das quais apenas nos últimos 13 anos, avança a Organização das Nações Unidas (ONU). Ou, dito de outra forma, existe, atualmente, uma tonelada de plástico por cada pessoa na Terra.

Sabia que apenas 9% de todo o plástico produzido é reciclado? E que mais de dois milhões de sacos plásticos são usados a cada minuto em todo o mundo, sendo o tempo médio de uso é de apenas 12 minutos?

Além disso, um milhão de garrafas plásticas são compradas a cada minuto em todo o mundo e 73% do lixo das praias em todo o mundo é plástico. 32% de todas as embalagens plásticas produzidas chegam aos nossos oceanos todos os anos, que recebem, anualmente, um total de 12,7milhões de toneladas de plástico.

E se este ritmo permanecer, em 2050, o mar terá mais plásticos que peixes. A poluição plástica é um problema real, tanto para o meio ambiente como para a nossa saúde – sabe-se que quem come peixe acaba por consumir microplásticos através deles. Em média, cada pessoa come 70 mil microplásticos por ano.

O movimento Plastic Free July incentiva, pois, à redução do consumo de plástico durante este mês, como forma de despertar a consciência de pessoas e empresas. O objetivo é que depois, aos poucos, cada um compreenda quais os plásticos que não são essenciais e que podem deixar, sem muito esforço, de fazer parte do seu dia a dia.

Ir às compras levando sacos reutilizáveis já é um hábito para muitos portugueses, o desafio agora é passar um mês inteiro sem usar qualquer objeto feito de plástico e eliminar totalmente o plástico descartável de uso único do quotidiano. Deve ser, pois, dada prioridade ao uso de copos reutilizáveis e garrafas de vidro, bem como à compra de produtos granel ou não embalados em plástico.

Segundo a Fundação Plastic Free July só em 2020, mais de 326 milhões de pessoas participaram do movimento, que, em 2021, contou com a adesão de 140 milhões, distribuídas por 190 países. Desde 2011, cada participante desta iniciativa conseguiu, em média, reduzir os seus resíduos domésticos em 3,5% (menos 15 kg).

Globalmente, no ano passado, só em julho, diminuíram-se: os resíduos não recuperáveis (aterros sanitários) em 1,2 milhões de toneladas; e os resíduos recicláveis em 0,9 milhões de toneladas (incluindo o consumo de plástico em 0,3 milhões de toneladas).

De ano para ano a adesão tem aumentado: em 2021, os participantes estão 13% mais propensos a adotar comportamentos de prevenção de resíduos plásticos e 91% da população apoia políticas e ações para reduzir os resíduos plásticos. E, você, junta-se ao desafio?

Partilhe

Talk

Que energia para uma Europa em guerra, que expectativas face a um futuro incerto?

Edição

Que energia para uma Europa em guerra, que expectativas face a um futuro incerto?

Receba em exclusivo o 2050

Newsletters, Talks, Edições, Podcasts sobre Sustentabilidade, Eficiência, Inovação, Mobilidade e Pessoas.