Michel Spiro: ciências básicas são essenciais para o desenvolvimento sustentável

Michel Spiro: ciências básicas são essenciais para o desenvolvimento sustentável
Michel Spiro
Presidente do IYBSSD2022

As ciências básicas são a condição sine qua non para o desenvolvimento sustentável. Esta é a visão do presidente do comité do Ano Internacional das Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável, Michel Spiro, que, em declarações ao 2050.Briefing, sublinhou que estas ciências são fonte de descobertas que contribuem para o desenvolvimento sustentável inclusivo.

“As ciências básicas são movidas pela curiosidade e pelo questionar”, afirmou o também presidente da União Internacional das Ciências Puras e Aplicadas, partilhando a sua visão de que, a partir das descobertas por elas proporcionadas, é possível promover a melhoria da equidade e do bem-estar globais, ao mesmo tempo que se contribui para um planeta mais saudável e habitável.

“Em conjunto, a educação, as descobertas, as aplicações, e o desenvolvimento sustentável inclusivo devem impulsionar ciências básicas colaborativas e abertas. Este é o ciclo virtuoso que queremos promover durante este ano e para lá dele”, sublinhou Michel Spiro, acrescentando: “Para alcançar estas metas, precisamos que todos, dos jornalistas, dos professores, dos cientistas, do setor privado, dos decisores e da sociedade em geral partilhem esta visão e ajam em conformidade.”

O Ano Internacional das Ciências Básicas para o Desenvolvimento (IYBSSD 2022, na sigla inglesa) foi lançado em julho com uma cerimónia de inauguração, em Paris, e terá continuidade de 13 a 15 setembro, com um evento em Quy Nhon (Vietname) focado na “Ciência e ética para o desenvolvimento sustentável”. No mesmo mês, mas de 20 a 22, decorre em Belgrado (Sérvia) a conferência mundial sobre ciências básicas e desenvolvimento sustentável.

Partilhe

Talk

O poder das pessoas como agentes de mudança

Edição

O poder das pessoas como agentes de mudança

Receba em exclusivo o 2050

Newsletters, Talks, Edições, Podcasts sobre Sustentabilidade, Eficiência, Inovação, Mobilidade e Pessoas.